Dr. Luiz Guedes » Constipação

Matérias

Constipação

Por Que Devemos Nos Preocupar Com a Constipação?

Lidar com a dificuldade de ir ao banheiro frequentemente é uma situação mais do que comum na vida de muitos brasileiros, principalmente entre as mulheres, no entanto, poucos são poucas as pessoas que sabem que a constipação e a lentidão do sistema digestivo são questões que podem prejudicar diretamente a qualidade de vida e interferir na saúde tanto em curto quanto em longo prazo.

A constipação, embora pareça inofensiva, pode gerar dores na região do cólon e da lombar, além de desenvolver quadros de fadiga e ansiedade devido ao mal-estar e ao inchaço que proporciona. Segundo o Instituto Nacional de Diabetes, Doenças Renais e Digestivas, a constipação consiste em quadros onde o indivíduo evacua menos de três vezes ao longo da semana.

Sintomas e Causas

Entre as principais causas da constipação estão a falta de ingestão de fibras, o estresse constante, a má alimentação, os hábitos sedentários e em alguns dos casos, o mau funcionamento do trato digestório. Mas para que a constipação seja notada, não é necessário apenas que haja uma baixa quantidade de evacuações, como também é possível que o paciente sinta que está evacuando menos que o normal, sentindo um inchaço na região do abdome e até mesmo quadros de gases que antes não lhe eram comuns.

A constipação também pode afetar o emocional, gerando estresse e cansaço físico, além de dores e incômodos constantes que afetam o desempenho do indivíduo no cotidiano. Por vezes uma dieta pobre em nutrientes ou o consumo de medicamentos como antidepressivos e diuréticos são o suficiente para desencadear um processo de desequilibro intestinal.

7 Remédios Naturais Para Prevenir e Tratar a Constipação

Muitas pessoas estão acostumadas a conviver com a constipação e, por falta de conhecimento ou até mesmo por hábito, não busca informar-se acerca das possibilidades para melhorar a qualidade de vida. No entanto, outras pessoas conhecem seu organismo como a palma de suas mãos e por isso sabe identificar quando algo está errado.

Nesses casos, é possível recorrer à métodos naturais e de fácil aplicação para melhorar tanto a saúde da flora intestinal quanto para garantir que seu intestino volte a funcionar normalmente. São escolhas simples, mas que garantem mudanças significantes ao organismo tanto no tratamento quanto na prevenção da constipação em longo prazo.

1.     Alimentos Ricos em Fibras

Primeiramente, deve-se aumentar o consumo de alimento com fibras, para melhorar tanto o volume quanto a consistência das fezes, fazendo com que seu trajeto no trato digestório seja facilitado e não cause incômodos ou dores. Entre os alimentos com fibras estão frutas, vegetais crus, nozes, grãos integrais, feijões e lentilha. Sempre que possível, o paciente deve buscar fibras categorizadas como solúveis, melhorando o funcionamento do intestino como um todo e, consequentemente, melhorando sua alimentação.

2.     Hidratação

O consumo diário de água faz grande diferença no funcionamento do organismo e principalmente no sistema digestivo, pois possibilita que as fibras ingeridas sejam transportadas com maior facilidade pelo intestino. No entanto, deve-se evitar o consumo de bebidas açucaradas como refrigerantes, chás industrializados e os famigerados sucos de caixinha, pois o excesso de açúcar intensifica os sintomas da constipação.

3.     Ameixas Secas

Seja in natura ou em suco, o consumo de ameixas secas é fundamental para aliviar os sintomas e tratar a constipação. A pequena fruta, quando desidratada, é considerada um dos melhores laxantes naturais, além de serem uma fonte de fibra prática para o dia a dia. Recomenda-se a ingestão de porções de 50g de ameixa entre duas e três vezes ao dia.

4.     Probióticos

Em diversos casos é necessário restaurar a flora intestinal para que o sistema digestivo volte a funcionar com harmonia, para isso, recomenda-se a ingestão de alimentos probióticos que garantem o equilíbrio das bactérias no intestino e auxiliam na produção do ácido láctico e do ácido graxo para melhorar a consistência das fezes.

5.     Café

O café está no dia a dia de todos os brasileiros, mas poucos sabem que a bebida é uma excelente forma de estimular os músculos do sistema digestivo, sendo considerada uma fonte de fibra solúvel de fácil acesso e que tem uma ingestão prática e natural ao cotidiano brasileiro.

6.     Evite Alimentos Com Lactose

Os alimentos com lactose são conhecidos por proporcionar a prisão de ventre e dificultar o movimento das fezes no intestino. Em diversos casos a constipação é causada pelo desconhecimento da intolerância à tal enzima, fazendo com que o paciente apresente os sintomas, mas desconheça a sua verdadeira causa.

Reduzir a quantidade de alimentos com lactose pode ser uma alternativa para descobrir se há ou não uma propensão à tal intolerância, e caso o resultado seja positivo, é necessário contatar um profissional para analisar e dar início ao tratamento para a doença.

7.     Pratique Exercícios Físicos

A prática constante de exercícios físicos facilita o movimento das fezes pelo intestino, pois incentiva a atividade muscular. A prática de yoga, natação ou até leves caminhadas já reduz significativamente os sintomas da constipação e melhora o sistema digestivo em longo prazo.

Tratamento da Constipação na Medicina Integrativa

Em primeira instância, a constipação pode ser controlada com métodos naturais, mas caso o quadro venha a se estabilizar com menos três ou menos evacuações semanais é necessário recorrer à um médico ou nutricionista para que sejam detectadas as verdadeiras causas.

Profissionais com uma abordagem segundo a medicina alternativa recomendam a conciliação do acompanhamento do paciente com seu médico de confiança, junto ao tratamento dos sintomas com métodos menos invasivos e que também tenham efeito preventivo, ou seja, poderá haver um tratamento misto entre os métodos convencionais, como o uso de remédios e indicações médicas, conciliado com métodos de medicina chinesa ou até mesmo o conhecimento acerca das ervas medicinais para controlar, tratar e prevenir que a constipação volte a incomodar tal paciente.

Desse modo, não apenas há uma sincronia entre as áreas da medicina, como também é possível observar a doença de forma ampla e ter assim uma visão diferente daquela que é comumente apontada em hospitais. A constipação é uma situação comum e está presente no dia a dia de todos, no entanto, cabe ao paciente conhecer seu corpo e saber até onde seu ritmo intestinal é considerado saudável para que possa aliviar os sintomas e tratar de seu organismo da melhor forma possível.

Constipação: 7 Remédios Naturais




Dr. Luiz Guedes

Matérias

Constipação

Por Que Devemos Nos Preocupar Com a Constipação?

Lidar com a dificuldade de ir ao banheiro frequentemente é uma situação mais do que comum na vida de muitos brasileiros, principalmente entre as mulheres, no entanto, poucos são poucas as pessoas que sabem que a constipação e a lentidão do sistema digestivo são questões que podem prejudicar diretamente a qualidade de vida e interferir na saúde tanto em curto quanto em longo prazo.

A constipação, embora pareça inofensiva, pode gerar dores na região do cólon e da lombar, além de desenvolver quadros de fadiga e ansiedade devido ao mal-estar e ao inchaço que proporciona. Segundo o Instituto Nacional de Diabetes, Doenças Renais e Digestivas, a constipação consiste em quadros onde o indivíduo evacua menos de três vezes ao longo da semana.

Sintomas e Causas

Entre as principais causas da constipação estão a falta de ingestão de fibras, o estresse constante, a má alimentação, os hábitos sedentários e em alguns dos casos, o mau funcionamento do trato digestório. Mas para que a constipação seja notada, não é necessário apenas que haja uma baixa quantidade de evacuações, como também é possível que o paciente sinta que está evacuando menos que o normal, sentindo um inchaço na região do abdome e até mesmo quadros de gases que antes não lhe eram comuns.

A constipação também pode afetar o emocional, gerando estresse e cansaço físico, além de dores e incômodos constantes que afetam o desempenho do indivíduo no cotidiano. Por vezes uma dieta pobre em nutrientes ou o consumo de medicamentos como antidepressivos e diuréticos são o suficiente para desencadear um processo de desequilibro intestinal.

7 Remédios Naturais Para Prevenir e Tratar a Constipação

Muitas pessoas estão acostumadas a conviver com a constipação e, por falta de conhecimento ou até mesmo por hábito, não busca informar-se acerca das possibilidades para melhorar a qualidade de vida. No entanto, outras pessoas conhecem seu organismo como a palma de suas mãos e por isso sabe identificar quando algo está errado.

Nesses casos, é possível recorrer à métodos naturais e de fácil aplicação para melhorar tanto a saúde da flora intestinal quanto para garantir que seu intestino volte a funcionar normalmente. São escolhas simples, mas que garantem mudanças significantes ao organismo tanto no tratamento quanto na prevenção da constipação em longo prazo.

1.     Alimentos Ricos em Fibras

Primeiramente, deve-se aumentar o consumo de alimento com fibras, para melhorar tanto o volume quanto a consistência das fezes, fazendo com que seu trajeto no trato digestório seja facilitado e não cause incômodos ou dores. Entre os alimentos com fibras estão frutas, vegetais crus, nozes, grãos integrais, feijões e lentilha. Sempre que possível, o paciente deve buscar fibras categorizadas como solúveis, melhorando o funcionamento do intestino como um todo e, consequentemente, melhorando sua alimentação.

2.     Hidratação

O consumo diário de água faz grande diferença no funcionamento do organismo e principalmente no sistema digestivo, pois possibilita que as fibras ingeridas sejam transportadas com maior facilidade pelo intestino. No entanto, deve-se evitar o consumo de bebidas açucaradas como refrigerantes, chás industrializados e os famigerados sucos de caixinha, pois o excesso de açúcar intensifica os sintomas da constipação.

3.     Ameixas Secas

Seja in natura ou em suco, o consumo de ameixas secas é fundamental para aliviar os sintomas e tratar a constipação. A pequena fruta, quando desidratada, é considerada um dos melhores laxantes naturais, além de serem uma fonte de fibra prática para o dia a dia. Recomenda-se a ingestão de porções de 50g de ameixa entre duas e três vezes ao dia.

4.     Probióticos

Em diversos casos é necessário restaurar a flora intestinal para que o sistema digestivo volte a funcionar com harmonia, para isso, recomenda-se a ingestão de alimentos probióticos que garantem o equilíbrio das bactérias no intestino e auxiliam na produção do ácido láctico e do ácido graxo para melhorar a consistência das fezes.

5.     Café

O café está no dia a dia de todos os brasileiros, mas poucos sabem que a bebida é uma excelente forma de estimular os músculos do sistema digestivo, sendo considerada uma fonte de fibra solúvel de fácil acesso e que tem uma ingestão prática e natural ao cotidiano brasileiro.

6.     Evite Alimentos Com Lactose

Os alimentos com lactose são conhecidos por proporcionar a prisão de ventre e dificultar o movimento das fezes no intestino. Em diversos casos a constipação é causada pelo desconhecimento da intolerância à tal enzima, fazendo com que o paciente apresente os sintomas, mas desconheça a sua verdadeira causa.

Reduzir a quantidade de alimentos com lactose pode ser uma alternativa para descobrir se há ou não uma propensão à tal intolerância, e caso o resultado seja positivo, é necessário contatar um profissional para analisar e dar início ao tratamento para a doença.

7.     Pratique Exercícios Físicos

A prática constante de exercícios físicos facilita o movimento das fezes pelo intestino, pois incentiva a atividade muscular. A prática de yoga, natação ou até leves caminhadas já reduz significativamente os sintomas da constipação e melhora o sistema digestivo em longo prazo.

Tratamento da Constipação na Medicina Integrativa

Em primeira instância, a constipação pode ser controlada com métodos naturais, mas caso o quadro venha a se estabilizar com menos três ou menos evacuações semanais é necessário recorrer à um médico ou nutricionista para que sejam detectadas as verdadeiras causas.

Profissionais com uma abordagem segundo a medicina alternativa recomendam a conciliação do acompanhamento do paciente com seu médico de confiança, junto ao tratamento dos sintomas com métodos menos invasivos e que também tenham efeito preventivo, ou seja, poderá haver um tratamento misto entre os métodos convencionais, como o uso de remédios e indicações médicas, conciliado com métodos de medicina chinesa ou até mesmo o conhecimento acerca das ervas medicinais para controlar, tratar e prevenir que a constipação volte a incomodar tal paciente.

Desse modo, não apenas há uma sincronia entre as áreas da medicina, como também é possível observar a doença de forma ampla e ter assim uma visão diferente daquela que é comumente apontada em hospitais. A constipação é uma situação comum e está presente no dia a dia de todos, no entanto, cabe ao paciente conhecer seu corpo e saber até onde seu ritmo intestinal é considerado saudável para que possa aliviar os sintomas e tratar de seu organismo da melhor forma possível.

Constipação: 7 Remédios Naturais